A irracionalidade da desonestidade

O que magoa é a irracionalidade da separação, é mentira inerente. Os motivos nunca assumidos, a verdade negada que determinou o fim, sem nunca permitir a sobrevivência do relacionamento porque não se pode resolver os problemas que não se assumem.

Por vezes as pessoas preferem ficar-se pela mentira para se sentirem bem, é o cúmulo do egoísmo, mesmo na altura de terminar, não querem assumir o que fizeram, porque o fizeram. Contudo ficam à espera de se mantenha uma amizade tendo como base um fundamento de desonestidade.

Não existe desonestidade só quando as pessoas mentem, mas também quando omitem. Algumas pessoas sentem-se bem por não terem mentido, pelo que se limitam a omitir a verdade, justificando a si próprias que não mentira e por isso são boas pessoas. Contudo esquecem-se que ao omitirem factos importantes estão a induzir em erro os outros. Estão de facto a mentir de modo dissimulado.

Honestidade é um conceito alienígena para a maioria das pessoas. Mas, acima de tudo, a honestidade é uma qualidade que as pessoas apreciam nos outros, e não consideram ser necessário cultivarem, é algo que consideram que devem receber mas não necessitam de dar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s